quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Plenária Unificada de Organização do Oito de Março.

  • Quinta-feira, 15 fevereiro
     das 18:30 - 21:30
    Local: Travessa Leonardo Truda, 98, 4º andar
  • O Dia Internacional das Mulheres está chegando e precisamos organizar a nossa LUTA UNIFICADA, como fizemos no ano de 2017. 
    Defendemos um 8 de março UNIFICADO entre todos os movimentos de mulheres, entidades e partidos defensores da DEMOCRACIA, DIREITO A TERRA, MORADIA, ALIMENTAÇÃO, TRANSPORTE PÚBLICO, EDUCAÇÃO E UMA VIDA SEM VIOLÊNCIA PARA TODAS NÓS.
    Se some conosco nessa LUTA!

Chamamento ao Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA)

Companheiras, 

Nos dias 17 a 22 de março, em Brasília, acontecerá o Fórum Mundial Alternativo da Água, o FAMA. 
O FAMA faz um contraponto e denúncia ao autodenominado 8º Fórum Mundial da Água, promovido por grandes empresas que buscam impulsionar a privatização das fontes de água e serviços públicos para ampliar seus lucros ao se apropriar dos bens comuns. 

O FAMA é construído por organizações e movimentos sociais e tem o objetivo de unificar a luta contra o acaparamento da natureza e a tentativa do mercado de transformar a água em uma mercadoria, através do controle das reservas e dos serviços de saneamento. 

No contexto de golpe e expansão do neoliberalismo, a defesa dos bens comuns e contra a mercantilização da natureza é fundamental. A participação da Marcha Mundial das Mulheres no FAMA faz parte da nossa luta contra o livre comércio e as transnacionais, e se relaciona acúmulos que extraímos da Jornada Continental pela Democracia e contra o Neoliberalismo. Atuamos em aliança com movimentos sociais como a CUT e o MAB,

Existe um processo de construção do FAMA em vários estados, a partir de comitês locais. Ao todo já são 15 comitês em processo, quais sejam: Amapá, Bahia (2), DF, Ceará, Espirito Santos, Maranhão, Pará, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro (2), Rio Grande do Sul (2), São Paulo (2), Sergipe, Minas Gerais. Convocamos as militantes da Marcha para o FAMA.
Caso vocês já estejam envolvidas em seus estados ou definam se organizar para participar, nos enviem um contato de referência para construirmos coletivamente nossa intervenção. Caso vocês já estejam envolvidas em seus estados ou definam se organizar para participar, nos enviem um contato de referência para construirmos coletivamente nossa intervenção.

Água é um direito, não mercadoria!

Seguiremos em Marcha até que todas sejamos livres!



Para saber mais acesse o site do FAMA

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Democracia é: eleição com Lula e Nenhum Direito a Menos!

Democracia é: eleição com Lula e Nenhum Direito a Menos!
Entre os dias 22 e 24 de janeiro, Porto Alegre foi palco de uma contínua manifestação democrática e pacífica sob os olhos do mundo inteiro. Nestes dias, diálogos, atos, marchas, vigílias reuniram mais de 100 mil pessoas, inundando a capital gaúcha de democracia e liberdade de expressão. Aqui se manifestaram delegações internacionais, juristas, intelectuais, artistas, mulheres, juventudes, trabalhadores/as do campo e da cidade. Mais de 500 comunicadores e comunicadoras se credenciaram em nossa central de imprensa para cobrir estas atividades.
Trabalhamos mais de um mês na organização destes dias em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato, ouvindo, diariamente, especulações sobre a onda de violência que tomaria conta da cidade. Autoridades municipais, a mando do prefeito Nelson Marchezan Júnior, tentaram por diversas maneiras impedir nossos atos e marchas. A mídia golpista, principalmente, àquelas ligadas à Rede Globo, agiram com cumplicidade tentando gerar um clima de medo e terror na população gaúcha.
Apesar disto, concluímos nossa jornada democrática, antes do término do julgamento, com a vigília realizada no Anfiteatro Por-do-Sol, sem registros de confrontos, de violência, de danos ao patrimônio público ou privado.
A Frente Brasil Popular do Rio Grande do Sul manifesta seu repúdio à arbitrariedade e violência com que a Brigada Militar e a Polícia Civil trataram os 28 jovens detidos na noite do dia 24/01/18, sem ordem judicial, em um bairro periférico de Porto Alegre. Esta ação é mais um episódio de um processo de brutal ataque aos direitos fundamentais e à Constituição, em que a condenação sem crimes e sem provas se tornou o padrão de ação do judiciário. Enquanto alguns jovens queimam pneus, juízes queimam a Constituição. Enquanto alguns jovens queimam pneus, o Congresso Nacional queima a CLT e o direito à aposentadoria. A juventude não receberá com passividade o assalto aos seus sonhos e ao seu futuro.
Não vamos aceitar calados qualquer tentativa de criminalização dos movimentos sociais que lutam, diariamente, pelos direitos do povo brasileiro. A melhor maneira da sociedade brasileira enfrentar a violência é combatendo o golpe, que cassou 54 milhões de votos no Brasil, que tenta colocar na cadeia o presidente Lula sem qualquer prova contra ele, que revogou direitos trabalhistas e quer acabar com o direito a aposentadoria, que vem achatando o salário mínimo, enquanto aumenta de forma desenfreada o preço da energia, dos combustíveis e do gás de cozinha.
Saudamos toda a militância dos movimentos, organizações e partidos que fazem parte da Frente Brasil Popular e da Frente Povo Sem Medo pela construção da maior manifestação democrática e pacífica que Porto Alegre já assistiu, com a reunião de cerca de 100 mil pessoas na Esquina Democrática, no dia 23, e com a participação de mais de 40 mil pessoas na vigília em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato. 
Conclamamos a comunidade internacional, àqueles/as que organizaram atos no Brasil e no exterior, a manter-se em vigilância permanente pela democracia, pelo direito de Lula ser candidato e pelo direito de manifestação dos movimentos sociais, para combatermos o Estado de exceção que está se conformando no Brasil.
Convocamos a militância das organizações que compõem a Frente Brasil Popular, ao povo brasileiro, a todos/as que lutam por justiça social à organizar a resistência para o próximo período: Contra a Reforma da Previdência e em Defesa da Democracia. Se tentarem roubar nossos direitos vamos parar o Brasil!  

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Relato da reunião da MMM PoA

Encaminhamentos tirados da avaliação da Jornada de lutas da FBP em Porto Alegre de 22, 23 e 24 de janeiro/2018
  • Precisamos aumentar nossa presença visual e coesão em eventos mistos, presentes estamos mas em que a maioria de nós também está em outras frentes e coletivos. Encaminhamento: próximos eventos precisamos ter um grupo de referência e organização. Ficou para debater em próxima reunião: pessoas responsáveis pela identidade visual: bandeiras, faixas, megafone, etc. 
  • Para aumentar nossa participação e otimizar nossas intervenções é necessário que a MMM passe a debater: (a) nosso objetivo antes de cada evento - pois dessa vez não aparecemos tanto porém estivemos em pontos centrais para execução de todos os processos. (b) qual forma de executr nosso objetivo e priorizar a intervenção de nossas lideranças de acordo com as prioridades elencadas no coletivo.
  •  No ato no 23  das mulheres com Dilma - tivemos atuação positiva mas avaliamos que o modelo que estava organizado, em local fechado e com formato de conferencia ou ato politico de salão de eventos, não é o que nos contempla, principalmente porque sempre acaba segregando, algumas dentro do espaço e com as falas maioria fora, sem participar ativamente; mesmo que sejamos voto vencido defenderemos que essa é nossa visão. Avaliamos que o ato ter saído da assembleia depois da falta de luz foi positivo pela nossa organização, tem "a nossa cara" e todas ficamos bem com a função de liderança e organização da saída do espçao fechado e sem lus que teve a batucada.

-Relato reunião organização 8 de março + nossa organização:

  • Reunião foi pouco encaminhativa e mais para alinhamento; mulheres da via campesina não estarão em peso como no ano passado, contudo MST virá com grupo a Porto Alegre, mas foi consenso ter a caminhada da manhã e também a caminhada da tarde; atividades auto-organizadas preparatórias ao 8 de março também foram tiradas, panfletagens e reuniões - Encaminhamento fazer panfleto unitário para isso; tirou-se a necessidade de um GT mas não foi encaminhado as integrantes. (MMM vai contribuir neste GT)
  • 15/02 nova Plenária/Reunião definida na sede da COCEARGS (Central das Coop da Reforma Agrária - Av Leonardo Truda n 98/ 4º andar) de organização 18:30  - Alice, Ana e Maria para acompanhar - companheiras que tiverem disponibilidade e estão em outras organizações e movimentos mesmo os mistos é importante todas estarem nesta reunião e ampliarmos a participação do feminismo em suas diversas frentes neste espaço.
  • MMM preparando para o * de março e o EME - oficina de confecção de latas e faixas 21/02 e 22/02 início 17:30 no Sindipetro - dividimos em dois dias para dar tranquilidade e não sobrecarregar nenhum mulher caso não dê tempo de fazer tudo em um dia.
  • atividade de mobilização para o 8M 25/02 na ocupação Zumbi dos Palmares, faremos uma batucada e uma roda de conversa incentivando a participação no 8 no centro - horário a confirmar com as mulheres de lá. 
  • atividade de mobilização de toda a MMM de Porto Alegre para o 8 de março em  03/03 na praça do Aeromóvel (ou próximo) às 15h - local a confirmar pois estaremos verificando se não há bloco de carnaval lá esse dia. Oficina de batucada + panfletos.
- Agenda geral de Mobilização e participação na Jornada de Lutas Contra Reforma da Previdência da FBPæRS
  • 06/02 às 4:30 no laçador - Ação no Aeroporto
  • 09/02 às 9:30 reunião com movimentos e comitês das Frentes Brasil Popular e Povo sem Medo + centrais sindicais - FECOSUL 
  • 16/02 Plenária das Frentes Brasil Popular e Povo sem Medo no Sindicato dos Bancários (horário a confirmar)
  • 19/02 GREVE GERAL - contra a reforma da previdência - ACONTECERÁ INDEPENDENTEMENTE SE A VOTAÇÃO FOR MESMO NESSE DIA OU NÃO.
  • Entra os 28 a 01 de março (aproximadamente) CARAVANA DO LULA NO RIO GRANDE DO SUL.
  • EME: Encontro de Mulheres Estudantes da UNE - União Nacional das e dos Estudantes - acontecerá nos dias 30, 31 e 01 de abril em Juiz de Fora - MG. Mulheres estudantes da Marcha estão se organizando para estar no encontro, temos um grupo de estudantes produzindo um jornal da MMM no encontro, roteiro para atividades pré-EME de mobilização nas universidades para o encontro e também FINANCEIRAMENTE pois o ônibus para levar as mulheres até Juiz de Fora é alto, toda ajuda é bem-vinda para que saia um ônibus da MMM para o encontro.
SEGUIREMOS EM MARCHA ATÉ QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

LIBERTEM AS 13 MULHERES MILITANTES PELA DEMOCRACIA EM PORTO ALEGRE -RS!


A Marcha Mundial das Mulheres se solidariza com as 13 companheiras militantes presas ontem (24/01/2018) pela Brigada Militar em Porto Alegre-RS após a decisão do julgamento do ex-presidente Lula. A luta construída pelas mulheres em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato faz parte da agenda de enfrentamento ao golpe patriarcal e misógino para que a igualdade entre mulheres e homens possa avançar.
Exigimos a liberação imediata das 13 companheiras e dos companheiros presos, que passaram a noite dentro de um camburão, em um estado de insegurança e medo, e a qualquer momento podem ser encaminhados aos presídios da cidade.
Vivemos um estado de exceção no qual vemos militantes que lutam pela democracia sendo criminalizados, tendo seus direitos de manifestação atacados. Protesto não é crime!

Seguiremos em marcha, pela democracia! Seguiremos em marcha, por um novo mundo justo!

Seguiremos em marcha, até que todas sejamos livres!

sábado, 20 de janeiro de 2018

Roda de Conversa da Marcha Mundial das Mulheres



 Atividades prioritárias da MMM nesta mobilização e luta em Porto Alegre:


22/1 às 15h - roda de conversa no acampamento com Nalu, Moara e quem vier
23/1 às 9h - mulheres pelo direito de lula ser candidato com Dilma e Nalu Faria e muitas
23/1/às 16h - concentração e marcha pela democracia saindo da Esquina Democrática.

Evento geral no facebook - https://www.facebook.com/events/1693521414040270/

Programação dos dias 23 e 24 de janeiro de 2018

Circular da Frente Brasil Popular RS

A Frente Brasil Popular RS conclama todos(as) para participar da Programação dos dias 23 e 24 de janeiro de 2018: Atos em Defesa da Democracia e do Direitos de Lula ser Candidato.

PROGRAMAÇÃO:

22/01 – SEGUNDA-FEIRA

10 h às 17 h - Seminário Internacional – Diálogos Internacionais sobre Democracia . Local: FETRAFI - Federação dos Bancários do RS – Rua Coronel Fernando Machado, 820.

18 h - Ato Internacional de juristas e intelectuais em defesa da Democracia. Local: FETRAFI - Federação dos Bancários do RS – Rua Coronel Fernando Machado, 820.

23/01 – TERÇA FEIRA

9h – Mulheres pela Democracia e pelo Direito de Lula ser Candidato. Local: Auditório Dante Barone - Assembleia Legislativa do RS

14 h – Ação Global ANTI- DAVOS - Seminário do Fórum Social Mundial.. Local: Auditório Dante Barone - Assembleia Legislativa do RS

18 h – Ato e caminhada em Defesa da Democracia e do direito de Lula ser candidato

21 h - Instalação da Vigília pela Democracia Local: Anfiteatro Por do Sol

24/01 – QUARTA FEIRA

8 h – Início do Ato político/cultural da vigília. Ao final do julgamento ato político de encerramento com a presença das maiores lideranças.

PARA QUEM CHEGA DIA 22 DE JANEIRO DE 2018

Para quem vai para o acampamento

Para acessar este local os ônibus devem entrar em Porto Alegre pela Av. da Legalidade, Túnel da Conceição, Av. Loureiro da Silva, Borges de Medeiros e dobrar a direita na Av.. Ipiranga. Neste local, os ônibus devem estacionar SOMENTE PARA EMBARQUE/DESEMBARQUE, as margens do Arroio Dilúvio, os passageiros desembarcam e vão caminhando até o local do acampamento no Anfiteatro Por do Sol.

PARA QUEM CHEGA DIA 23 DE JANEIRO DE 2018..

E vai direto para atividades na Assembleia Legislativa do RS.

Desembarcar no Mercado Público de Porto Alegre, onde tem um Ponto de Acolhimento da atividade (Entra pela Av. da Legalidade desce na Av. Mauá ao fundos do Mercado Público)..

Para quem vai direto para o ACAMPAMENTO

Para acessar este local os ônibus devem entrar em Porto Alegre pela Av. da Legalidade, Túnel da Conceição, Av. Loureiro da Silva, Borges de Medeiros e dobrar a direita na Av. Ipiranga. Neste local, os ônibus devem estacionar SOMENTE PARA EMBARQUE/DESEMBARQUE, às margens do Arroio Dilúvio, os passageiros desembarcam e vão caminhando até o local do acampamento no Anfiteatro Por do Sol.

PARA QUEM FICAR ACAMPADO:

ALIMENTAÇÃO:

- Quem for fazer suas refeições coletivas por grupos traga a estrutura de cozinha ( fogão, pratos, panelas, talheres e todo equipamento necessário), pois não haverá estrutura de cozinha coletiva no local.

- Quem for dormir nos ônibus valem as mesmas informações, não haverá estrutura para fazer comida, é preciso trazer.

SOBRE ALIMENTAÇÃO GERAL:

Haverá KITs Refeições (café da manhã, almoço e janta) R$ 22,00 e R$ 10,00 para refeições avulsas, que deverão ser previamente acertados com a coordenação da cozinha do acampamento.

SOBRE ALOJAMENTO COLETIVOS EM OUTROS LOCAIS :

- Para todos que solicitaram alojamento é preciso trazer seu kit individual de higiene, colchonete e, se possível, barraca, caso haja alguma eventualidade.

Telefone de contato sobre alojamento:  Maria Helena Oliveira – 51- 999622101

QUEM CHEGA DIA 24 DE JANEIRO DE 2018

Quem for chegar na madrugada do dia 24/01 procure chegar muito cedo, pois poderá acontecer revistas dos ônibus na rodovias e outros atrasos. Dirija-se direto para a Vigília no Anfiteatro Pôr do Sol.

SEGURANÇA

​​Nossa manifestação é um ato de Resistência Democrática, tem um caráter pacífico. A postura de todos os militantes que estiverem em Porto Alegre deve ser no sentido potente, democrático e seguro para todos(as) que dele participarem.

Nos ônibus não permita a entrada de armas, drogas, bebidas alcólicas, ou objetos suspeitos que possam causar interdição nos ônibus.

Qualquer situação suspeita filme, fotografe e procure os coordenadores de segurança que estarão devidamente identificados, nos locais de acolhimento ou nos caminhões de som.

NÃO USAREMOS MÁSCARAS EM NENHUMA ATIVIDADE!!!

Fiquem atentos às orientações dos carros/caminhões de som, pois serão importantes para a segurança de todo(as).

Contato sobre segurança (51) 91854846 com Nasson e (53) 999745173 Elton

Contato sobre questões jurídicas (51) 980181263 com Lúcio Costa


INFORMAÇÕES GERAIS pela FBP: Vitalina Gonçalves: (51) 995815812 Operativa Frente Brasil Popular RS

Marcha Mundial das Mulheres RS - Maria do Carmo (51) 993619985
-- 
Seguiremos em marcha até que todas sejamos livres!